O debate filosófico é antigo e precede milhares de anos antes do Monge Mendel descobrir a genética ou Rosalind Franklin desvendar o hélice duplo do DNA.

Afinal, estamos condenados a ser exatamente como somos?

Há alguma margem no que a natureza nos estruturou?

Entre o mundo das ideias pré-destinado de Platão e a tábula rasa de Aristóteles, existe um meio termo.

Nem tudo está livre, nem tudo está determinado.

Nem tanto Platão, nem tanto Aristóteles.

Nem tanto a Lamarck nem tanto a Darwin.

Ativar e desativar, expressar ou reprimir genes pode estar um pouco em nossas mãos.

Hoje, a ciência permite-nos afirmar que nem sempre podemos ser o que desejamos mas certamente podemos decidir o que não queremos ser.

A EPIGENÉTICA é o ramo que estuda a expressão de genes e como podemos os ativar e desativar.

BBC News no Youtube: https://youtu.be/naXBk4mMW6o

Instagram: https://www.instagram.com/p/CJDqH8albDU/